Livros

Um coração para o rei

R$9,90

Um coração para o rei é uma história de cavaleiros e princesas.

“Um rei precisa de cavaleiros valentes”, diz a carta que o mensageiro entrega a Ricardo, nosso pequeno herói. Emocionado, ele percebe que “somente quem dá o coração de presente para o rei será um autêntico cavaleiro”.

É assim que, seguindo o brilho do seu coração e auxiliado pela corajosa princesa Lúcia, ele sai em busca do rei e combate o poder das trevas do Cavaleiro Negro.

Um homem burro morreu

R$14,90

“O escritor Rafael Sperling é sem noção, digo desde logo. Para você ter ideia, este Um homem burro morreu é seu segundo livro de contos. Isso mesmo, um livro de contos contemporâneo e brasileiro – onde já se viu? Todo mundo sabe que conto não vende, que quase ninguém lê conto nesse país e que são poucos os prêmios para contistas… Ainda assim, Sperling dá uma de criança travessa e vem com este livro. É mole? Não espere o realismo social, a autoficção e a exploração dos universos íntimos que predominam nas publicações atuais: além de sem noção, Sperling é abusado. Investe no experimentalismo e dialoga com as vanguardas dos anos 20 e 30. Em 27 narrativas breves, mistura sarcasmo com elementos grotescos e nonsense, embalados por uma linguagem coloquial que remete ao cinema, ao roteiro de TV, à publicidade, à dramaturgia, à musica e à poesia. Esse hibridismo de formas, por sinal, é marca de Sperling: o incauto leitor é conduzido por seu reino literário subterrâneo, onde há espaço de sobra para a ultra-violência, a sexualidade agressiva, o absurdo cotidiano e a aniquilação. Seja através de Caetano Veloso se preparando para atravessar uma rua do Leblon ou de histórias nada sutis contadas por uma babá, Rafael Sperling parte do normal, do ordinário para chegar ao seu bizarro universo simbólico, onde as ações despropositadas e aparentemente vazias de seus personagens ganham contornos de crítica social. A violência quase sempre está presente, provocando o leitor mais recatado. Rafael Sperling é um autor sem noção, abusado e provocativo. Por isso tudo, nesses tempos de mesmice, um autor necessário.” (Raphael Montes)

Um mistério nos Electric Lady Studios

R$4,90

“Nas primeiras horas da manhã de 24 de agosto de 1970, uma segunda-feira, Jimi Hendrix saiu dos estúdios Electric Lady, no Village, depois de uma noite exaustiva de gravações e reparos numa das últimas canções que deixaria para o futuro…”.

Assim começa Um mistério nos Electric Lady Studios, de Cadão Volpato, um sensacional conto de um dos mais instigantes autores contemporâneos.

Formas Breves é um selo digital dedicado ao gênero conto. Seu único princípio é a qualidade. Com traduções diretas e exclusivas de grandes clássicos do conto universal ou com narrativas da nova geração de escritores em língua portuguesa, Formas breves é um ancoradouro desta galáxia chamada conto.

Uma introdução à economia do século XXI

R$14,90

Uma introdução à economia do século XXI é a contribuição do economista, professor emérito da UFMG e consultor Paulo R. Haddad, para o enfrentamento de um dos maiores dilemas da humanidade neste início de milênio: uma crise sem precedentes, que resulta da combinação e do entrelaçamento de aspectos ambientais e sociais. Para responder a essas questões, Haddad propõe uma concepção de meio ambiente não apenas como fator de produção, mas como envoltório que abarca, contém, provisiona e sustenta toda a economia. Tarefa hercúlea, em um país em que há um grau de conformismo generalizado com o status quo, onde a desigualdade de oportunidades e renda é vista como um fato consumado e onde ainda predomina uma noção de meio ambiente que trata a natureza ora como um mega-almoxarifado inesgotável, ora como megadepósito de resíduos, capaz de absorver todos os erros de um modelo econômico perdulário e predatório.O que este livro mostra é que há caminhos para a construção de um futuro mais justo e próspero para todos – os que aqui se encontram e aqueles que ainda vão nascer.

Uma jornada mágica: O poder secreto do Aikido

R$19,90

O Aikido tem caminhos secretos. Este é um livro sobre uma jornada mágica guiada pelos poderes secretos desta arte marcial, o Aikido. Ele conta a história de um encontro, orientado por uma mensagem misteriosa trazida durante um sonho, dezoito anos antes. No interior do Japão, onde as montanhas sagradas se debruçam sobre o oceano Pacífico, na península de Kii, a aluna recebe do mestre as respostas para as perguntas sobre o sentido da sua própria vida. Aprende como buscar na alma as respostas que a integram com outros indivíduos como seres humanos. Os golpes e as práticas no treino do Aikido são revelados aqui no livro como ensinamentos, transmitidos também misteriosamente, para serem usados no tatame e muito além dele.

Uma no mercado

R$4,90

Sérgio Fantini é um dos grandes contistas brasileiros contemporâneos, um verdadeiro ourives das formas breves. Uma no mercado é um claro exemplo de seu apuro técnico: num trajeto em um ônibus circular, o encontro de um casal de ex-namorados desperta memórias, esperanças, mas sobretudo, desejos.

Formas Breves é um selo digital dedicado ao gênero conto. Seu único princípio é a qualidade. Com traduções diretas e exclusivas de grandes clássicos do conto universal ou com narrativas da nova geração de escritores em língua portuguesa, Formas breves é um ancoradouro desta galáxia chamada conto.

Uma trincheira entre o mar e os paralelepípedos

R$9,90

As apresentações são sempre de grandes dificuldades: pressupõem a mediação do outro sobre o objeto de forma escancarada, e com ele os juízos de valor, o gosto, a formação e a trajetória. Fica a encargo do outro, mostrar ou não, e quais e como são os cômodos da casa, o que vai pra debaixo do tapete e qual será o bibelô da mesinha de centro da sala.

Não se pode negar a inevitável parcialidade que todos nós leitores temos, mas cá está tentando-se configurar a apresentação do presente livro. Dividido em seis distintas partes, basicamente ordenadas pelo próprio cotidiano e o esgarçar da vida atuam dentro daquilo que se denomina por novíssima literatura brasileira marcada pela presença dos elementos do cotidiano, abandono da pesquisa antropológica, produção individual, bem como a circulação em circuitos menores que abandonam, negam e debocham da “Sagração Acadêmica”, centrando-se no correr da própria vida, das relações e circunstancias.

São os espólios do cotidiano, assinalados pelo próprio autor que se fazem presentes nas páginas a seguir: escrever e ser lido torna-se a experiência performática, o lançamento ao mundo, a sedimentação lírica da vida moderna que se projeta, se debate e se quer contínua. Já diziam os marujos que tatuavam andorinhas a cada mil léguas percorridas: al mare!

Valentina

R$4,90

“Pensei que meu nome era Filha. Afinal, nos acostumamos com as palavras dirigidas a nós. Leva um tempo até descobrirmos nosso verdadeiro nome. Demorou um pouco até eu compreender que Filha e Valentina significavam a mesma coisa.” João Chiodini constrói uma narrativa onde memória e dor misturam-se na velocidade de um choro infantil. Chiodini é um dos principais escritores catarinenses da nova geração, autor de “Delírio real de um amor imaginário” e cronista da Folha SC. Formas Breves é um selo digital dedicado ao gênero conto. Seu único princípio é a qualidade. Com traduções diretas e exclusivas de grandes clássicos do conto universal ou com narrativas da nova geração de escritores em língua portuguesa, Formas breves é um ancoradouro desta galáxia chamada conto.

Ver navios

R$9,90

O projeto de Airton Paschoa parece inexequível, à semelhança do que ocorre com a vida que levamos. Vem daí o interesse dele, e dela. Afinal, como ser lírico se o mundo mal se deixa sentir e se aquele que deveria senti-lo almeja a proteção de uma toca? Enfim, “que louco aguentaria respirar ao ar livre, sob o sol que sonhamos, sozinho?”.

Trecho do prefácio do crítico de arte Rodrigo Naves.

Vidas passadas

R$4,90

“Quando Dario veio com a conversa de que a atração que sentia por mim era tão forte que só podia ser de outra encarnação, eu dei risada. Convenhamos, a cantada era imaginosa. Não costumo dar trela pra quem não conheço mas ele era tão bonitinho que não resisti:

– Claro, eu fui sua mãe, lembra?”

Assim começa Vidas passadas, mais um pulsante conto de Ivana Arruda Leite. A autora nasceu em 1951, em Araçatuba-SP. Publicou os seguintes livros de contos Histórias da mulher do fim do século (1997), Falo de Mulher (2002), Ao homem que não me quis (2005. Finalista do prêmio Jabuti). E também os romances Hotel novo mundo (2009. Finalista do prêmio São Paulo) e Alameda Santos (2010).

Formas Breves é um selo digital dedicado ao gênero conto. Seu único princípio é a qualidade. Com traduções diretas e exclusivas de grandes clássicos do conto universal ou com narrativas da nova geração de escritores em língua portuguesa, Formas breves é um ancoradouro desta galáxia chamada conto.

Xodó

R$4,90

A infância e o fim da ingenuidade, um recorte sobre a inequívoca distância entre a leveza e a crueldade do fim das primeiras ilusões.

Formas Breves é um selo digital dedicado ao gênero conto. Seu único princípio é a qualidade. Com traduções diretas e exclusivas de grandes clássicos do conto universal ou com narrativas da nova geração de escritores em língua portuguesa, Formas breves é um ancoradouro desta galáxia chamada conto.

Zona digital

R$9,90

Este livro não nasceu do nada. Em 2010, criamos o espaço Zona Digital, uma experiência on-line, que pretende investigar as possibilidades narrativas abertas pelas novas tecnologias. Em seu conjunto, o site Zona Digital é um agregador de links, notícias, arte, experiências e artigos, tanto nacionais quanto internacionais, buscando ser uma fonte de referência bibliográfica sobre o tema. Este livro é uma primeira iniciativa de agrupar o conteúdo produzido no site Zona Digital e lançá-lo em novo formato e para novos públicos. A seleção priorizou os artigos sobre arte e tecnologia, cultura digital, novas narrativas, mídias sociais e as questões teóricas, estéticas e políticas que emergem neste momento. Com organização de Heloisa Buarque de Hollanda e Cristiane Costa, que também assinam artigos, ao lado de Rodrigo Savazoni, Beatriz Lagoa, entre outros.

1 22 23