Machado de Assis

Esse Aires

R$19,90

Este volume do selo Peixe-elétrico Ensaios é todo dedicado ao romance Memorial de Aires, de Machado de Assis. São ao todo sete ensaios, mais o posfácio assinado por Hélio de Seixas Guimarães, fruto de um encontro de críticos e pesquisadores reunidos em Lisboa, no ano de 2017. 1. Abel Barros Baptista e Clara Rowland – I can not, etc. 2. Humberto Brito – A expressão sem nome 3. Joana Matos Frias – Das negativas: preterição e ventriloquacidade no estilo-Aires 4. Amândio Reis – Viver é um ofício cansativo: biografia, escrita e apagamento em Memorial de Aires 5. Ariadne Nunes – Pare no D 6. Luciana Schoeps – O autor defunto Aires e as rasuras do manuscrito de Esaú e Jacob: postura enunciativa, narrador e imagem autoral 7. Pedro Meira Monteiro – Minados pelo tempo: sujeito e vontade no Memorial de Aires Posfácio: Sobre restos, rasuras, elipses et cetera (Hélio de Seixas Guimarães)

O homem da casa verde

R$4,90

Quem é este ser tão misterioso que tanto apavora os moradores daquela Vila? “A terapeuta holística o definia apenas como um místico que tinha estátuas egípcias e de extraterrestres em sua casa. A bióloga o definia como um homem ecologicamente correto, um ativista ambiental, admirador da natureza, possuidor de uma vasta diversidade de plantas em seu quintal. O músico o definia como um talentoso harpista e um artista plástico amador. A religiosa o definia como um seguidor de Satã, senão o próprio. Flor o definia como um ser bizarro, já Péricles lhe via apenas como alguém misterioso”.

O legado de Capitu

R$19,90

Um boêmio professor universitário já aposentado vive uma pacata rotina em Berlim, às voltas com suas pesquisas em literatura brasileira. Numa madrugada qualquer, porém, um telefonema misterioso irá virar sua vida de pernas para o ar: do outro lado da linha (e do oceano), um agente da Agência Brasileira de Inteligência, a ABIN, precisa desvendar um rocambolesco mistério, envolvendo um senador da República brasileira e seu arquinimigo político, um deputado federal, com um crime não desvendado do passado, maçonaria e um jornalista sequestrado. E só um especialista em Machado de Assis pode ajudá-lo.

Em seu primeiro romance policial, o poeta e crítico literário Flávio Aguiar nos oferece uma trama complexa, ambientada entre Berlim, São Paulo e Porto Alegre e apimentada por escândalos políticos, suspense, digreções sobre alta literatura e uma inesperada grande paixão. Com personagens cativantes – ora cômicos, ora desprezíveis, ora adoráveis –, o mistério vai aos poucos se revelando ao leitor, quase como num convite para revisitarmos o pensamento dessa mulher em milhares que sempre será Capitu.

O livro é uma coedição Boitempo e e-galáxia.

Recapitulação

R$4,90

Neste conto inédito, Maria Valéria Rezende revisita nada menos que o romance mais debatido, por leigos e especialistas, da literatura brasileira: Dom Casmurro, de Machado de Assis.

Para o eterno mistério da traição de Capitu, a autora propõe uma solução engenhosa, fazendo jus ao romance, e ilumina questões contemporâneas urgentes. Não seria demasiado afirmar que este conto joga nova luz à leitura do clássico de Machado.

Teoria e prática do arrivismo em contos maduros de Machado de Assis

R$19,90

Em Teoria e prática do arrivismo em contos maduros de Machado de Assis, o crítico e poeta Airton Paschoa oferece ao leitor uma bem detalhada e instigante teoria do arrivismo, para na segunda parte deste livro, demonstrar de que forma essa prática atravessa certas personagens napoleônicas de importantes contos de Machado de Assis.

Com linguagem acessível, serve aos interessados na obra de Machado e a todos aqueles que buscam compreender as formas de sociabilidade e limites de classe da sociedade brasileira.