Blog

Uma capa bem elaborada pode ser decisiva para que o seu livro se destaque no ponto de venda, seja ele a vitrine de uma loja ou uma página na internet. 

A capa é a primeira impressão que os leitores terão da sua obra. Uma foto bem escolhida ou uma ilustração contratada, fontes adequadas ao conteúdo e uma paleta de cores bem selecionada fazem toda a diferença. Você tem que ficar orgulhoso em exibir a sua obra.

O capista profissional vai muito além de descrever com uma imagem o título ou a ideia central de um livro, ele realiza uma leitura gráfica da obra. A capa deve somar ao conteúdo e não apenas buscar transmitir o que o autor imaginou. Trata-se de fato de uma criação artística, uma interpretação pessoal e única de um texto literário.

Uma boa capa pode surpreender por destacar algum elemento inesperado, ou pela escolha de uma imagem específica, pela ousadia (que pode ser expressa no excesso ou na contenção), por buscar e atualizar elementos clássicos ou puramente modernos.

Alguns exemplos de soluções inteligentes usando técnicas variadas:

Kiko Farkas
João Baptista da Costa Aguiar
Elisa von Randow 
AC Espilotro
Mika Matsuzake
Pedro Inoue

#Dica: Seguem alguns livros para quem quiser conhecer um pouco mais sobre o mundo do design gráfico editorial:
Penguin by Design – A Cover Story 1935-2005, Phil Baines
Linha do tempo do design gráfico no Brasil, Chico Homem de Melho e Elaine Ramos (orgs.)
Pensar com tipos, Ellen Lupton

Tiago Ferro,
editor da e-galáxia


imagem: Vectors Market

Deixe um comentário