Blog

Com as novas tecnologias, boas soluções de publicação surgiram e os custos para fazê-la diminuíram drasticamente

A impressão sob demanda de livros chegou para mudar a vida não só do autor independente como das editoras que já estão lançando mão da nova tecnologia para muitos de seus títulos. Quando isso acontece, o maior custo que é, de longe, o de impressão e armazenamento de centenas de livros, é deixado de lado.

Na impressão sob demanda, ou Print on Demand (POD), o livro só é impresso depois de vendido. Assim, os autores têm benefícios significativos:

  • não precisam investir em impressão;
  • não precisam ter um local para armazenar um estoque de livros;
  • não precisam ir aos correios toda semana para despachar as encomendas para seus leitores.

E o benefício mais significativo, seu livro estará acessível nas principais lojas on-line. Dificilmente um autor independente conseguia colocar seu livro impresso nas prateleiras das grandes redes. Uma triste realidade até para editoras médias e pequenas. Agora seus títulos podem ficar lado a lado com os das grandes editoras.

O Print on Demand funciona da seguinte maneira:

1. Seu livro fica à venda nas principais lojas on-line nacionais (amazon, americanas, estante virtual, magazine luiza, submarino, entre outras) ao alcance do leitor;

POD print on demand 2 envio do livro impresso

2. Uma vez que o livro é vendido e o pagamento confirmado, ele é impresso, montado e encapado em uma impressora expressa de livros e despachado para o leitor em até 48 h;

3. E o melhor de tudo, o autor não precisa investir em impressão. O custo é coberto no ato da venda de cada livro.

 

Ao acompanhar as mudanças no meio editorial, percebe-se uma diminuição das diferenças entre as soluções para os modelos de publicação tradicional e independente.

Os serviços editorias são relativamente acessíveis e, na e-galáxia, o autor tem acesso aos mesmos profissionais que trabalham para as grandes editoras.

Outro ponto que tem agradado aos nossos autores, é o fato de poderem imprimir uma pequena tiragem para o lançamento ou para a venda direta pelo autor. Nesse caso, o autor compra os livros com desconto de 50% e pode vendê-los a preço cheio num evento de lançamento físico se assim desejar.

Se já não havia diferença entre um bom e-book autopublicado em comparação ao de uma editora tradicional, agora pode-se dizer o mesmo do livro impresso.

Lembrando que na publicação independente da e-galáxia, o autor recebe o dobro de royalties do que em uma editora tradicional: 20% do preço de venda do livro impresso e 40%, no caso do e-book.

Deixe um comentário