Blog

Os amantes de livros podem se preparar. Vem aí a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo!

Há quatro anos sem atividades presenciais, os visitantes poderão desfrutar de uma extensa programação literária, de mercado e gastronômica. Confira a programação completa.

Este ano a bienal acontece de 2 a 10 de julho no Expo Center Norte e os ingressos podem ser adquiridos no site da Bienal.

Na segunda-feira, dia 4 de julho às 17h, Tiago Ferro, editor da e-galáxia, participa de uma mesa sobre mercado editorial na companhia de gente muito bacana: Livia Vianna, Lucia Riff, Maria Fernanda Rodrigues e mediação de Fabio Uehara.

É uma ótima oportunidade para conhecer e trocar experiências com esses profissionais. Venham!

Saiba mais abaixo:

Livia Vianna atua no mercado editorial há 14 anos. Desde 2018, é editora-executiva do Grupo Editorial Record à frente de da Civilização Brasileira, Paz & Terra, José Olympio e Rosa dos Tempos — além de ser responsável pelos livros digitais (e-book e audiobook) de todo o Grupo Record. Edita autores como Harper Lee, Pablo Neruda, Rachel de Queiroz, Michel Foucault, Alice Walker, Paulo Freire, Carlos Drummond de Andrade, dentre outros nomes de grande prestígio.

Lucia Riff é fundadora da Agência Literária Riff. Representa escritores e escritoras brasileiros para o Brasil e o exterior, sejam renomados ou novos talentos, além de um amplo grupo de agências literárias e editoras de todo o mundo para o mercado de Língua Portuguesa. Os Riff – Lucia, Laura e João Paulo – e a equipe da Agência trabalham no Rio de Janeiro. Lucia atua no mercado editorial e com direitos autorais e de imagem desde 1983.

Maria Fernanda Rodrigues é jornalista e repórter de literatura e mercado editorial do jornal O Estado de S. Paulo, onde assina, também, as colunas Um Livro Por Semana e Babel. Foi editora do PublishNews e assessora de imprensa de editoras e eventos culturais, como a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) e a Jornada de Literatura de Passo Fundo. Tem pós-graduação em Semiótica e Psicanálise pela PUC.

Tiago Ferro é crítico, editor e escritor. É um dos fundadores da e-galáxia e da revista de ensaios Peixe-elétrico. Colabora com textos sobre cultura para a Folha de São Paulo, revista piauí, entre outros. Mestre em história social pela Universidade de São Paulo, atualmente pesquisa a obra do crítico literário Roberto Schwarz no programa de doutorado da mesma universidade. O pai da menina morta, seu romance de estreia, venceu o Prêmio Jabuti categoria romance e o Prêmio São Paulo de Literatura categoria romance de estreia e teve edições em Portugal, Colômbia e Argentina.

Fabio Uehara foi diretor de arte e criou o departamento digital da Companhia das Letras. Atuou também como Coordenador de Novos Negócios da HarperCollins Brasil. Atualmente é diretor de conteúdo da Tocalivros. Foi o responsável pela criação da Rádio Companhia, um dos podcasts pioneiros do mercado editorial, atuando como apresentador e produtor, e apresenta o Podcast do PublishNews semanalmente. Também é professor na Labpub de edições digitais, ebooks e audiobooks.

MESA
O poder de transformação do mercado literário
04 JUL | 17h | Stand G111 Amazon

Deixe um comentário