Política

Ana Cristina Cesar

R$42,90

Guiado pela memória, Italo Moriconi escreve a primeira biografia de Ana Cristina Cesar, que é também um painel daquela geração e de suas ideias em relação às quais Ana teve protagonismo. Um perfil no horizonte da crítica literária, uma biografia intelectual. Nada de fofocas sobre a vida trágica da escritora que se suicidou em 1983, aos 32 anos.

Ângulo de guinada

R$19,90

Ângulo de guinada é um livro de poesia incomum. Mescla de reflexão filosófica sobre a mercantilização do espaço público, prosa sobre o valor da arte contemporânea, sequências líricas e poesia experimental.

Ben Lerner – um dos mais criativos autores de sua geração – investiga o destino do espaço e do discurso públicos, e como as tecnologias de visualização – fotos aéreas em especial – criam em nossa cultura uma imagem de si própria; uma imagem espetacular.

Lerner faz parte de uma geração assombrada pela ideologia da Guerra ao Terror. Política, tecnologia e a construção de discursos e imagens são temas urgentes que não escapam ao olhar nada previsível deste instigante artista.

Crônica por quilo

R$19,90

Sátira política, crítica aos costumes, paródias, microrrelatos, poesia engraçada, aforismos, contos surreais, ficção científica de humor, personagens improváveis. Tudo a serviço da avacalhação ampla, geral e irrestrita; já que, “quando não se pode construir nada de bom, o que nos resta é esculhambar”, defende o cronista.

Sobre Carlos Castelo, que também foi fundador do grupo musical Língua de Trapo, pouco se sabe. E, dizem, ele aprecia isso. Luis Fernando Verissimo assevera que trata-se de uma raridade no panorama da crônica brasileira. Ruy Castro costuma dizer que, quando quer rir e se irritar, lê uma máxima de Castelo. E o crítico literário Manuel da Costa Pinto o coloca no mesmo rol de Millôr Fernandes e Verissimo, pelo “faro para o cômico e para as contradições do presente – satirizados na linguagem do presente”.

Confira nessa insólita reunião de 88 crônicas se o que atestam sobre Castelo é verdade. Nos tempos de hoje, mesmo com tantas louvações, nunca se sabe o que é real e o que é Fake News. 

Economia ecológica e economia integral

R$14,90

Vivemos em um tempo marcado pelo uso predatório e irresponsável dos ecossistemas, em que decisões políticas e econômicas, casuísticas e imediatistas, põem à prova nossa capacidade de assegurar o futuro da humanidade no Planeta. Com tantas ameaças à vida, o que esperar das teorias econômicas e dos instrumentos de intervenção das políticas públicas ambientais?

Esta é a resposta que este livro procura arquitetar: a construção de uma estrutura analítica que integre o subsistema econômico dentro do sistema ecológico, modificando o atual paradigma no qual o subsistema ecológico é compreendido pelo sistema econômico.

Muitas fontes concorrem para formar o curso principal desse raciocínio. Dentre elas, as grandes correntes do pensamento econômico e a Encíclica LAUDATO SI’. Promulgada em 2015 pelo Papa Francisco, a Encíclica propõe as linhas de ação a serem perseguidas para mitigação da crise ambiental e oferece uma concepção de Ecologia Integral que articula a crise ecológica com a crise social.

Intervenções: álbum de crítica

R$14,90

Intervenções: álbum de crítica, de Ricardo Lísias, reúne seus trabalhos de crítica e intervenção no espaço público nos últimos quinze anos. Neste apanhado o autor confirma que, além de ser um dos nomes mais importantes da literatura brasileira contemporânea, situa-se igualmente entre os melhores jovens críticos literários do Brasil. Tal como se vê em seus romances e contos, nos trabalhos de leitura aqui reunidos evidencia-se o radical compromisso de Lísias com a estética & a política, indissociáveis em seus discurso e prática. Na contramão de tantas leituras atuais, seus textos sobre Marcelo Mirisola, Luiz Rufato, Bernardo Carvalho e Daniel Galera, entre outros autores, são funda mentais para a crítica de suas obras. Mas Lísias também se envereda por nossa tradição, avaliando os legados de Drummond e Orides Fontela, por exemplo. E vai além, ao abordar grandes autores da literatura mundial, como James Joyce, ou, mais contemporaneamente, Jonathan Littell, com seu polêmico romance As benevolentes. Lísias também é um dos mais bem informados escritores do país sobre a literatura latino-americana, particularmente a argentina, sendo essenciais suas observações sobre Antônio Di Benedetto, escritor argentino que só agora começa a ser conhecido entre nós. Por fim, seu compromisso político com a mudança da realidade o leva a se enveredar por temos polêmicos, como os sem-terra e os sem-teto ou os prêmios literários. O que ressalta do conjunto é, então, a enorme coerência de seu projeto crítico e literário, que não recua em tentar fazer da literatura e da linguagem um instrumento de libertação.

Meios e finais

R$14,90

Meios e Finais – Conversas em Princeton é muito mais do que um livro de entrevistas com Ricardo Piglia. Como afirma Paul Firbas (organizador da obra) no prefácio: “A conversa é um dos gêneros prediletos de Piglia para a interseção entre a crítica e a ficção, e para buscar, de alguma forma, escapar do lugar de enunciação da academia e das autoridades. Sendo assim, tais conversas, logo convertidas em textos de crítica, configuram também os capítulos imaginários de algum romance epistolar entre amigos.”

A publicação surgiu a partir de uma roda de conversa, que aconteceu em novembro de 2010, entre o autor argentino e os professores e críticos literários Paul Firbas, Pedro Meira Monteiro e Fermín A. Rodríguez, sobre temas como cinema, política, tecnologia, leitura e controle social.

O título faz parte do selo Peixe-elétrico Ensaios, que apresenta ao leitor de língua portuguesa um conjunto de intervenções críticas em formato e-book.

Rachel Rachel

R$14,90

“Eu me prometi, várias vezes, por vários anos, fazer um livro de fôlego sobre Rachel [de Queiroz]. Analisar sua obra moderna, seu perfil feminista, sua paixão política, seu estilo único, sua firmeza no trato com a palavra. Mas nunca escrevi esse livro […].”Se o livro de fôlego nunca foi escrito, podemos saborear em “Rachel Rachel” os ensaios e fragmentos de Heloisa Buarque de Hollanda para a realização dessa grande obra que, paradoxalmente, se revela aqui por inteira.O livro inclui os seguintes textos: “A roupa de Raquel um estudo sem importância”; “Rachel de Queiroz, profissão jornalista”; “Como entender Rachel de Queiroz?”; “O ethos Rachel”. E ainda o belo texto escrito por Heloisa e Rachel a quatro mãos “Dona Fideralina de Lavras”.

Uma introdução à economia do século XXI

R$14,90

Uma introdução à economia do século XXI é a contribuição do economista, professor emérito da UFMG e consultor Paulo R. Haddad, para o enfrentamento de um dos maiores dilemas da humanidade neste início de milênio: uma crise sem precedentes, que resulta da combinação e do entrelaçamento de aspectos ambientais e sociais. Para responder a essas questões, Haddad propõe uma concepção de meio ambiente não apenas como fator de produção, mas como envoltório que abarca, contém, provisiona e sustenta toda a economia. Tarefa hercúlea, em um país em que há um grau de conformismo generalizado com o status quo, onde a desigualdade de oportunidades e renda é vista como um fato consumado e onde ainda predomina uma noção de meio ambiente que trata a natureza ora como um mega-almoxarifado inesgotável, ora como megadepósito de resíduos, capaz de absorver todos os erros de um modelo econômico perdulário e predatório.O que este livro mostra é que há caminhos para a construção de um futuro mais justo e próspero para todos – os que aqui se encontram e aqueles que ainda vão nascer.

Zona digital

R$9,90

Este livro não nasceu do nada. Em 2010, criamos o espaço Zona Digital, uma experiência on-line, que pretende investigar as possibilidades narrativas abertas pelas novas tecnologias. Em seu conjunto, o site Zona Digital é um agregador de links, notícias, arte, experiências e artigos, tanto nacionais quanto internacionais, buscando ser uma fonte de referência bibliográfica sobre o tema. Este livro é uma primeira iniciativa de agrupar o conteúdo produzido no site Zona Digital e lançá-lo em novo formato e para novos públicos. A seleção priorizou os artigos sobre arte e tecnologia, cultura digital, novas narrativas, mídias sociais e as questões teóricas, estéticas e políticas que emergem neste momento. Com organização de Heloisa Buarque de Hollanda e Cristiane Costa, que também assinam artigos, ao lado de Rodrigo Savazoni, Beatriz Lagoa, entre outros.